Descobre as diferenças...



No passado fim de semana veio-me parar às mãos um folheto que publicitava um Infantário. Qual não é o meu espanto quando me deparo com a imagem/logotipo que não é mais do que uma cópia/adaptação de uma ilustração que criei para a exposição Chaminés de Fadas, tal como podem comprovar pela imagem acima. Escrevi para a entidade privada em causa, confrontando-os com este facto tão evidente. Tendo em conta uma resposta rápida, a apresentação de desculpas e a demonstração de arrependimento, não irei revelar a identidade dos mesmos. É verdade, ainda me resta algum bom senso.

No entanto, tratando-se de um caso flagrante, senti necessidade (como devem imaginar fiquei FURIOSA) de o expôr aqui neste espaço, partilhando-o com todos aqueles que me visitam e acreditam no meu trabalho.
É lamentável que este tipo de atitudes continue a desvalorizar e a menosprezar todo o trabalho de pessoas que encaram a sua profissão seriamente e com grande responsabilidade.
Actos como este demonstram falta de caracter e ética profissional bem como o desrespeito total pelo trabalho criativo.
Não sei se devo pensar que a falta de criatividade abunda na cabeça dos "aprendizes de feiticeiro" - como eu lhes chamo - ou se devo encarar este tipo de situações por um lado positivo. Afinal, já me imitam... O meu trabalho deve ser espectacular!

Tenho-me deparado com outras situações em que o meu trabalho é uma suposta "fonte de inspiração" (como por exemplo) aos quais nem tenho dado muita atenção.
Mas este caso pareceu-me muito grave e tirou-me do sério, uma vez que se trata de toda a imagem do referido espaço. Ou seja, alguém achou piada à minha ilustração e adaptou-a, mudando as cores e as casinhas de lugar, acrescentando alguns elementos para, literalmente, disfarçar a coisa. A composição base é exactamente a mesma mas a ilustração final não é igual... e o infantário irá atrair "clientes" com a minha ideia...

Este desabafo é mais um alerta que se junta a muitos outros que vou encontrando na internet. É algo que acontece cada vez mais frequentemente e devemos estar atentos. Peço a todos um favor: se, por acaso, ao deambularem por este mundo imenso, encontrarem algo parecido com o meu trabalho, avisem-me. Sim, porque eu tenho consciência que voltará a acontecer.

Julgo que, ontem, os responsáveis pelo sucedido aprenderam algo novo: o respeito pelos direitos de autor. Espero sinceramente que este seja um dos princípios transmitidos na educação das crianças que passarão por aquele infantário.
Num mundo onde reina a falta de valores, devemos (tentar) fazer a diferença.

Beijinhos

16 comentários:

elisa arnaud disse...

É realmente lamentável esta situação [como tantas outras que vamos vendo]... 1 coisa é certa: o teu trabalho é espectacular!... mas é melhor que o apreciem do que o copiem. Bj grande e muita energia para continuares a fazer aquilo que fazes tão bem!

ana lebre disse...

Beijinhos e força!

Serões da Inês disse...

Olá Sandra,
agradeço o mail que me mandou a dar conta de mais este triste acontecimento.
Acho que a internet pode ser um bom modo de vender e fazer dinheiro e divulgar o vosso trabalho, que é profissional, registado, mas cada vez acho mais que as pessoas sem pudor vão continuar a utilizar-se dos vossos trabalhos e das vossas criações e da vossa criatividade.
Eu que não faço nada de especial, já vi trabalhos meus no blog de outra pessoa dizendo que tinham sido feitos pela mesma. Graças a Deus que há pessoas atentas e nos avisam que foi o caso. A fotografia nem foi modificada. Lá estava a minha mesa de cozinha a servir de base às caixas.
E no meu caso não é minimamente importante, pois aquilo que faço não é mais do que a utilização dos materiais que tenho à disposição. A Sandra cria um trabalho de raíz. E é isso que tem que ser valorizado e acho que a internet está a desvalorizar.
Fica o repto a todos nós para estarmos atentos a estas ameaças.
Um beijinho grande e não desmoreça, porque como diz, o seu trabalho é tão bom que já a copiam, hehe.
Inês Nunes

pin-a-cloth disse...

Olá Sandra!

Isso também já me aconteceu várias vezes. Mas eu nem bom senso tive, pus logo o advogado a tratar da situação que se resolveu em menos de uma semana.

Quando fazemos as coisas (demasiado) bem feitas, os outros acham que podem dizer que é deles...

O que chateia é ter de andar "à coca" à procura das coisas muitas vezes...

Beijinhos e continuação de um trabalho fantástico como o que tens feito até agora! ;)

Sara T. disse...

Oi sandra!
Imagino que o teu coração deva ter parado, e ficaste sem saber como reagir...é mesmo horrível! Já me aconteceu várias vezes, e sinceramente com algumas "pessoas" sinto que nem vale a pena descer a esse nível, é outro entendimento do é fácil copiar... oh fiquei triste por ti :(
Outra coisa que tenho vindo a reparar, é que muitas pessoas põem imagens nos blogues, sejam ilus ou pinturas ou fotos e nunca põem de quem são, detesto isso! Se fosse um escritor já lá estava que era, enfim!
Estou contigo :)))
Xicoração doce, és linda!

Mãos à Arte disse...

Sandra já vi que este é o grande problema da net mas o seu trabalho tem o seu toque e já se consegue ver as diferenças.Sei que é muito desmotivador, eu ainda hoje tive uma grande desilusão com alguém que já trabalhou comigo, ou seja na Mãos à Arte e sem eu saber de nada vi que vai trabalhar com outras pessoas no Porto. Pelo menos uma palavra...
Mas o caminho é para a frente e amanhã é outro dia. Bjs Ana

Ideias Singelas disse...

Bom dia Sandra, tudo bem?
De facto o teu trabalho distingue-se bem e acho que nao se compara ou iguala a nenhum outro. Tens um traço no desenho muito característico e muito "teu", daí o sucesso das tuas criações.
Como se diz por aí "o que não nos mata fortalece-nos"..... ;)
Continuação de lindas criações.
Beijinhos

APO (Bem-Trapilho) disse...

sabes o que é amiga? é que tens tanto talento que isso nao só inspira artistas como causa desejo em copiões que de artista nao têm nada. Ainda ontem falava com outra amiga que um "artista" que tenha que copiar o trabalho alhei-o para supostamente fazer a sua "arte" só podia sentir-me muitissimo frustrado, mas enfim... é mesmo lamentável que isto aconteça! ainda gostava de saber é como consegues descobrir esses saju muttaths e afins. belo trabalho de investigação.
bjinhos

A Fada do Açucar disse...

Não há dúvida que, infelizmente, isto é o que mais se vê por aí :-(

Fica porém a certeza que mesmo numa tentativa de cópia, o original é sempre o original, muito melhor e vê-se logo que muito mais profissional. Parabéns pelo teu maravilhoso trabalho e força e paciência para mentes menos criativas e mais 'pobres' de espirito ;-)
Bjis

A Katita disse...

Fadinha, o seu trabalho é mesmo espectacular, por isso deve ser muito dificil para uma pessoa sem ideias resistir aos seus beijinhos de algodão.

Anónimo disse...

Bom dia Amiga,

Confesso que fiquei escandalizada ao receber esta notícia!
Como bem dizes, tentaram mudar o lugar de certos elementos e acrescentar outros para "disfarçar a coisa", mas o esforço para "disfarçar" foi bem pequeno! É FLAGRANTE a cópia nesta ilustração!!! Por amor de Deus! Não entendo como é que certas pessoas podem achar que este tipo de atitude é inofensiva e pode passar despercebida! Será que não lhes passou pela cabeça entrar em contacto contigo para ver as hipóteses de usar um trabalho teu ou até de te pedir uma ilustração para o projecto em causa??? É de facto grave que este tipo de comportamentos sejam tolerados, por isso acho que fizeste muito bem em demonstrar o teu desagrado. Não sei até que ponto me teria ficado por aí! Mas fizeste bem...
De qualquer forma, e para concluir, sim, o teu trabalho é espectacular e podem tentar copia-lo, adapta-lo, o que quer que seja, mas a tua inspiração vem de um sítio só teu que pouca gente tem a sorte de visitar...
Continua sempre em força e que este tipo de "episódios" tristes não representem de forma alguma um travão à tua ascensão.
Boa sorte.
Um xi apertado.
Carine

Anónimo disse...

Infelizmente quem tem o trabalho visível na internet habilita-se a ser copiado...mas quem olha para o desenho certamente que não pensou ser a Sandra a autora, os seus desenhos tem uma grande inspiração, uma estética muito própria, um equilibrio de cores, o que não acontece na cópia, onde as cores são opacas e mal utilizadas. Eu também ficaria furiosa se me tivessem feito o mesmo, porque se nós desenhamos o que nos vai na alma, ninguem mais poderá fazer o mesmo!

Mãe Polenta disse...

Muito triste mesmo.

E sim, seu trabalho é espetacular!

EfeitoCris disse...

Olá Sandra,

Não conhecia o seu trabalho e francamente fiquei fã assim que vi as 1ªas imagens!
Realmente é errado copiar, contudo todos nós nos inspiramos em algo que já vimos, sentimos, olhámos ou simplesmente nesse misto que é a vida conseguimos passar para o papel.

É realmente um erro a copia e o plágio, essencialmente quando acontece na integra de uma obra ou trabalho.

No seu caso parece-me ainda mais complicado, pois avisa logo no inicio que o seu trabalho é uma marca registada - mas creio que a maioria desconhece as implicações de uma marca registada!

Julgo e como formadora que sou, que é importante UTILIZAR o que é bem feito e está bem estruturado, mas nunca retirando a fonte! Uso muito manuais para consulta, não lhe retirando a fonte, mas só o faço de material disponibilidade na net e normalmente pelas próprias entidades.

Os seus desenhos, ilustrações, criações são extraordinários - ficam bem em qualquer sítio, dái que entenda que alguém os copie. Poderiam fazer parecido, para expor na parede lá de casa e não para ganharem dinheiro com isso - mas julgo que se trata tudo de uma questão de mentalidade - o design, a criação e o desenvolvimento de ideias criativas são sem dúvida pouco valorizados!

Parabéns pelo seu excelente trabalho e já agora aproveito para lhe indicar que o divulguei no meu Blog, caso queira passar por lá...
efeitocris.blogspot.com

Deus disse...

Sandra, é o que dá ser talentosa naquilo que se faz... os outros vão sempre atrás!

joao disse...

sinceramente, pela primeira vez, concordo em absoluto com Deus...

continua o teu caminho, Sandra, todos os que vierem atrás não serão mais que meros espectadores fustrados!